Origem Histórica da ICP

 
I. MOVIMENTO HOLINESS 
(MOVIMENTO DE SANTIDADE)
O movimento holiness originou-se nos Estados Unidos em meados de 1840 a 1850(Século XIX) como forma de preservar e propagar os ensinamentos de John Wesley sobre a santificação e perfeição completa do cristão. Depois de Wesley, os pregadores Holiness enfatizaram que a salvação é um processo que envolve duas crises: primeira - conversão(justificação). A pessoa é liberta dos pecados que cometeu. Segunda – santificação (salvação completa). Ensina que a pessoa é liberta da natureza carnal que o faz pecar. O homem é capaz desta perfeição mesmo vivendo em seu corpo corruptível. Porém, para alcançar e permanecer neste estado de santificação requer um intenso e contínuo esforço. A vida da pessoa deve ser marcada por constantes renúncias do ego, uma submissão e observância das ordenanças divinas, humildade, firmeza em Deus, perdoar sempre, procurar a glória de Deus em todas as coisas e a prática do amor. Vários fatores no século XIX convergiram contribuindo para uma renovação na ênfase da santificação. Por exemplo: acampamentos de reavivamento nas zonas rurais; o perfeccionismo de Charles Finney; o encontro das terças-feiras de Phoebe Palmer em Nova Iorque; o reavivamento urbano de 1857-1858; e os protestos dentro da igreja metodista sobre o declínio da disciplina que resultou na formação da Igreja Metodista Wesleyana em 1843 e a Igreja Metodista Livre em 1860. Estas duas se tornaram formalmente as primeiras denominações holiness. Depois da guerra civil nos Estados Unidos apareceram entre os metodistas um avivamento holiness bem maduro e em 1867 é formado uma Associação para a promoção holiness. Em 1893 ficou conhecida como National Holiness Association –NHA (Associação nacional Holiness). Um número crescente de evangelistas holiness e a formaçào de denominação holiness firmou uma grande crise entre eles. Os holiness se declaravam serem os genuínos sucessores dos ensinamentos de Wesley dizendo que os metodistas haviam se desviado da verdadeira doutrina. Os primeiros grupos do movimento holiness foram: a Igreja de Deus, Anderson-Indiana(1880); a Igreja do Nazareno(1908); a Igreja Holiness do Peregrino(1897); e a International Holiness Church(1897). A política destes grupos era um metodismo modificado, pois eles tinham autonomia no governo. Era um governo congregacional. E enfatizavam uma segunda benção para a santificação completa. Isto era parte integrante de sua teologia. Tinham um código muito rígido de moralidade pessoal e exigiam que seus membros não usassem roupas claras, se abstivessem de prazeres mundanos e diversões. Permitiam que as mulheres fossem ordenadas ao ministério e ocupasse posições de liderança.

II. PENTECOSTALISMO MODERNO
A origem dos pentecostais se prende à denominação protestante metodista. O metodismo é uma corrente que tendia a reavivar o anglicanismo ou o episcopalismo da Inglaterra do século XVI. Julgando que os episcopalianos haviam perdido o seu fervor, John Wesley (1791) desejava lhes dar novo método de vida espiritual - daí o nome de "metodismo" dessa reforma da reforma anglicana. No século XIX surgiu dentro do metodismo um novo movimento de renovação dito " Holiness" (Santidade). Esse movimento ensinava que, depois da conversão (necessária para a salvação), o cristão deve passar por uma "segunda bênção" ou uma nova e mais profunda experiência religiosa, que era chamada "batismo no Espírito Santo". Em 1900 o pastor metodista Charles Parham aderia às concepções de Holiness. Tinha uma escola para estudos bíblicos em Topeka, Kansas (EUA), com 30 alunos. Lendo At 2, 1-12; 10, 44-48; 19, 17 chegaram à conclusão de que o sinal característico do batismo no Espírito Santo é o dom das línguas glossolalia). Então grande entusiasmo se apoderou do grupo, que se pôs a orar ininterruptamente durante vários dias e noites, pedindo a vinda do Espírito Santo. Em 01/01/1901, uma das estudantes, Agnes Oznam, rogou a Parham que lhe impusesse as mãos sobre a cabeça enquanto orava; quando isso foi feito, ela experimentou o "batismo no Espírito", e começou a falar línguas. Depois disso irrompeu um reavivamento na Rua Azuza, em Los Angeles, em culto dirigido por William J. Seymour, um pregador negro do movimento Holiness de Houston-Texas e aluno de Parham. Este trabalho deu origem ao pentecostalismo como um movimento de alcance mundial. ssim surgiu a primeira congregação pentecostal; os seus membros aspiravam a outros dons do Espírito Santo, entre os quais o da cura de doenças mediante imposição das mãos. Parham, Seymour e seus discípulos não intencionavam fundar nova denominação cristã, mas apenas suscitar um reavivamento no seio das comunidades protestantes. Quando, porém, viram-se rejeitados por estas, passaram a constituir congregações próprias, hoje conhecidas pelo termo genérico "pentecostais", que rapidamente se espalharam pelos diversos continentes. Já em 1906 o pentecostalismo se propagara pela Europa, atingindo sem demora a América Latina - especialmente o Brasil. Algumas igrejas do movimento Holiness rejeitaram os ensinos pentecostais como a Igreja do Nazareno, A Igreja Metodista Wesleyana, a Igreja de Deus (Anderson-Indiana), o Exército da Salvação, entre outras. Por outro lado outras igrejas e grupos do movimento Holiness aderiram o pentecostalismo, o que ocasionou controvérsias e divisões em várias denominações do Movimento Holiness. Surge então as primeiras denominações pentecostais a partir de 1906. Como: Holiness Pentecostal Church (Igreja Pentecostal da Santidade), Church of God(Igreja de Deus Cleveland-Tenesse), Igreja de Deus em Cristo, A Fé Apostólica, Igreja Santa Unida, Igreja Batista Pentecostal do Livre-Arbítrio, Cruzada da Nova Vida, Igreja do Evangelho Quadrangular(1927), Cruzada Nacional de Evangelização, Igreja da Restauração, Reavivamento Bíblico, Cristo Pentecostal da Bíblia, Igreja Pentecostal Jesus Nazareno, Igreja do Reino Universal, Assembléia de Deus(1914), Igreja Congregacional Pentecostal(1921-Congregational Holiness Church), entre outras. No Brasil, os pentecostais constituem cerca de 75% da população protestante, com tendência ao crescimento. Não há estatísticas seguras sobre o número desses crentes entre nós, pois o ecletismo religioso é intenso, de modo que não se conhecem bem os limites entre o pentecostalismo, protestantes puros e correntes próximas do mesmo. 

III. CONGREGATIONAL HOLINES CHURCH 
(IGREJA CONGREGACIONAL PENTECOSTAL- ICP)
A Igreja Congregacional Pentecostal é uma ramificação do movimento Holiness, assim como o pentecostalismo. Sua missão é receber a santidade e poder de Deus para ser testemunha do Senhor Jesus Cristo e fazer discípulo de todas as nações. Anunciar o Evangelho de Jesus Cristo com fidelidade a todas as pessoas, como fizeram os primeiros apóstolos. Isso inclui também enfatizar os valores do Reino de Deus diante das injustiças do homem. Como todos os grupos protestantes, a Igreja Congregacional Pentecostal é herdeira da Reforma do século XVI. Por isso, nossa posição doutrinária inclui os seguintes pontos: A Bíblia é a Palavra de Deus e autoridade completa e suficiente para assuntos de fé e de conduta cristã. A justificação do homem (perdão e salvação em Cristo) é pela fé e totalmente grátis, dependendo exclusivamente dos méritos de Cristo e da graça de Deus. Também somos herdeiros do avivamento começado no século XVIII com João Wesley e companheiros e da grande onda missionária do século XIX. Assim, nossa prática pastoral caracteriza-se pelo seguinte: conduzir cada crente a uma experiência pessoal de salvação em Cristo Jesus; ensinar os passos para uma vida cristã vitoriosa e santificada pelo recebimento e plenitude do Espírito Santo; anunciar que o mesmo Deus de Abraão, Isaque e Jacó, o Deus de Jesus Cristo e dos apóstolos, também hoje realiza milagres e prodígios; e ensinar uma vida cristã de consagração total, sem apego ou conformações com este mundo, por causa da eminência da volta do Senhor. Uma característica do ministério da Igreja Congregacional Pentecostal, desde o princípio, tem sido estimular, juntamente com o ministério formado, o treinamento rápido e prático de evangelização por todos os membros da igreja, independente do grau de instrução. Cremos que o cristão deve manifestar uma vida de santidade, como resultado da submissão a Deus e da plenitude do Espírito Santo. Isso significa viver com simplicidade, amor, santidade, dedicação integral à causa do Evangelho. Também entendemos que a vocação para a santidade não é apenas para uns poucos cristãos excepcionais, mas um chamado para todos os cristãos. 

​© 2018 por Igreja Congregacional Pentecostal

Rua Joaquim Manuel de Macedo, 279 - Henrique Jorge

Fortaleza - Ceará - Brasil

 

  • Facebook Social Icon
  • Blogger Social Icon
  • Google ícone social Places

Proclamando a mensagem da cruz ao mundo.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now